Uso de drogas

Tenho 14 anos, freqüento uma Casa racionalista cristã e nela me sinto bem! Parece que a partir dos 13 anos a minha vida mudou para pior e comecei a freqüentar a Casa com meu pai, que já a freqüentava desde pequeno. O problema é que meu irmão se envolveu com drogas e meu pai descobriu. A partir daí, tive um “papo” com meu irmão e sugeri a ele que freqüentasse a Casa uma vez  por semana pelo menos. Parece que agora ele está entendendo um pouco dos princípios racionalistas cristãos.

Apesar de ter apenas 14 anos, considero-me um ser muito esclarecido, não fumo nem bebo, nem tenho vício algum.

Outro problema: minha mãe é uma pessoa muito, mas muito teimosa! Ela não quer ir a essa Casa. Diz que não acredita, mas ela tem que saber um pouco sobre o outro lado da vida.

Meu pai está atravessando uma fase muito difícil. Ele é comerciante e os negócios não vão muito bem. Mas ele é uma pessoa bem esclarecida e isso tem sido positivo.

Gostaria que vocês me aconselhassem sobre os problemas que mencionei. 

Ficamos muito felizes em receber a sua mensagem. Apesar de ser ainda bastante jovem, no corpo que presentemente lhe serve, demonstra ser uma pessoa em que o senso de responsabilidade já despontou e que realmente está disposto a viver a vida enfrentando as dificuldades que ela apresenta, naturalmente, a todos. Pessoas assim certamente vencem em seus empreendimentos. Nem todas as pessoas são sensíveis aos problemas dos outros. Entretanto, você está preocupado com a situação da sua família: irmão, mãe e pai. Esteja certo de que essa sua atenção para com eles lhes traz benefícios.

É lamentável que o seu irmão tenha se envolvido com drogas. Mas, se ele aceitou bem o “papo” que você levou com ele, demonstra não estar contente com a situação em que se meteu e também que está interessado nas coisas sérias da vida. Talvez ele deva escolher melhor os amigos.

Ir às reuniões públicas regularmente é uma prática bastante saudável, tanto para o corpo como para o espírito. O corpo recebe fluidos benéficos através da limpeza psíquica; o espírito recebe lições esclarecedoras sobre a nossa existência.

O fato de o seu irmão haver concordado em ir às reuniões é mais uma demonstração do seu bom caráter. Seria bom que ele se dispusesse a estudar o livro Racionalismo Cristão e se demorar sobre as explicações contidas nas gravuras do livro A vida fora da matéria.

Quanto à sua mãe, talvez ela tenha razão em não acreditar em "espiritismo". É necessário fazê-la ver que o Racionalismo Cristão não é espiritismo, mas sim uma doutrina altamente esclarecedora sobre a razão do viver terreno. Seus ensinamentos mostram como conduzirmos de forma aproveitável nossas vidas tanto material como espiritual. Em nenhum momento, porém, você deve discutir com sua mãe. De acordo com os preceitos do Racionalismo Cristão, tanto ela como seu pai são pessoas merecedoras de todo o respeito. Desta forma, continue sendo um bom filho, estudioso e preparando seu futuro.

Muitas pessoas estão passando por dificuldades em seus negócios, no Brasil e no mundo. Seu pai, conhecedor dos princípios racionalistas cristãos, certamente estará enfrentando essas dificuldades com coragem e confiança nos dias melhores que virão, com certeza.


De "Uso de drogas" para a página desta seção

Copyright©2005 racionalismo-cristao.org.br. All Rights Reserved