Não tenho sorte 
para o casamento

Ao Centro Redentor

Venho expor-lhes os meus assuntos pessoais, a fim de que me dêem uma sugestão.

Tenho vinte e cinco anos e sou funcionária do ... Acontece que se vive um clima de insegurança e grande tensão em ... Agradeceria se opinassem sobre minha permanência aqui, se devo ingressar no quadro dos adidos, que é destinado atodos que desejam trabalhar em ..., ou ir para outro país.

Até a presente data não sei o que fazer, pois aqui há sempre confusão, com tiros, roubos, violações, o que não pode interessar a ninguém que como eu só anseia pela paz. Consta que em ... vive-se com grande dificuldade e que não haverá recursos para pagar os funcionários que daqui vão para lá.

Outro item da minha consulta é sobre o meu estado físico sempre doentio; gasto muito dinheiro com médicos, aviamento de receitas, e nada resulta em melhora. Sinto dores no lado esquerdo da cabeça. Fiz um tratamento com antibióticos, pois análises de laboratório acusaram infecção no intestino e na bexiga. As dores de cabeça são constantes, tenho prisão de ventre e o ciclo menstrual é desregulado. Uma amiga que freqüenta o Centro Redentor contou-me diversos fatos interessantes nele ocorridos e disse-me que, andando com uma cruz de aço encostada ao peito, nenhum mal me atingiria. Já procurei para comprar, mas não encontrei. Agradeceria se me mandassem uma, acompanhada da cobrança do seu valor. Devo dizer-lhes que é no Centro Redentor que acredito, embora quando criança tenha freqüentado a igreja católica. Agradeceria, para minha melhor elucidação, se me enviassem, com a cobrança pelos correios, alguns dos livros editados.

Não tenho sorte para o casamento: não sei se sou eu que não quero o pretendente que me aparece ou se aquele com que simpatizo é que não me quer. Por isso, gostaria que me orientassem tanto espiritual como na parte física, mas agradeceria muito mais se me enviassem resposta urgente, pois de um momento para o outro posso ser obrigada a abandonar esta cidade.

Penso mandar minha irmã mais nova e minha mãe para ..., enquanto perdurar a insegurança por aqui. O que acham da idéia?

Agradecendo por tudo que possam fazer para o meu bem e o bem de toda a minha família, subscrevo-me com estima e consideração.

 

Neste mundo tão agitado, temos de 
encarar os risco que nos cercam

Prezada Senhora,

Recebemos sua carta de ...

As suas apreensões com relação ao ambiente de insegurança em ... são naturais, mas a grandeza territorial do novo país, as suas riquezas naturais e a própria evolução dos acontecimentos estão a indicar que, após o arrefecimento das paixões que acompanham todos os movimentos de libertação, as coisas voltam ao estado normal.

Deve, pois, refletir de forma madura, antes de tomar qualquer decisão, para não ter mais tarde de arrepender-se. Por outro lado, é preciso considerar que a agitação que se verifica em ... cria também uma situação de insegurança para todos. Por trás dos movimentos de pseudolibertação e reivindicatórios, escondem-se inconfessáveis interesses.

Neste mundo tão agitado, temos de encarar os riscos que nos cercam, onde quer que estejamos, com a maior naturalidade. Os esclarecidos procuram trazer a mente tomada por bons pensamentos, e andam para frente.

Passando a outro assunto, temos a dizer-lhe que essa sua amiga, que lhe disse o Racionalismo Cristão recomendar o uso de uma cruz de aço encostada ao peito para tornar os que a portam invulneráveis a todo mal, confunde o Centro Redentor, que explana uma Doutrina libertadora, pelo esclarecimento, de superstições, misticismos e crendices, com as baiúcas instaladas onde viceja a ignorância dos porquês da vida, que o Racionalismo Cristão torna claros e insuscetíveis de dúvida.

O que põe a salvo as criaturas humanas da ação das forças do mal, quer encarnadas quer desencarnadas, são a sua conduta e os seus pensamentos voltados para o bem e, portanto, para o cumprimento do dever.

Ao admitir essa idéia, evidentemente originária do meio fetichista, onde até animais se sacrificam (e não raro pessoas), para agradar a hipotéticas divindades, a senhorita demonstrou não ter conhecimento do que ensina o Centro Redentor. Se alguma coisa leu, desculpe-me a franqueza, nada assimilou. E é pena, numa criatura que, a julgar pela redação da carta, revela possuir instrução.

A consulta a um competente ginecologista é recomendável.

A limpeza psíquica, por outro lado, é ato de higiene mental, tão necessário quanto a higiene corporal.

Por que não freqüenta as Sessões Públicas de Limpeza Psíquica da nossa filial de ..., cujo endereço é ..., para melhor se esclarecer e orientar? Os livros editados pelo Centro Redentor são lá encontrados.

Fraternais saudações,

Pelo Centro Redentor.

De "Sorte para o casamento" para a página "Família"

De "Sorte para o casamento" para a página "Perguntas-Respostas"

Copyright©2005 racionalismo-cristao.org.br. All Rights Reserved