Minha mãe não gosta 
de minha namorada

Namoro uma moça, minha mãe não gosta dela. Fico numa situação muito difícil porque sou filho único. Sei que não posso desprezá-la, mas acho que já é hora de me casar. No momento sou uma pessoa indecisa e preciso de ajuda. Como sempre, é através das Forças Superiores que tenho alcançado resolver qualquer coisa que me surge. Então solicito a V. Exa. mais uma ajuda me esclarecendo como devo fazer.

Não se faça do casamento uma aventura.

No casamento, o dever dos pais é orientar os filhos, com a maior experiência da vida que possuem, sem quererem impor o seu modo de ver.

Se o senhor estudou bem o caráter e a personalidade da jovem com quem pensa casar, e se com ela tem afinidades espirituais e está bem seguro dos seus próprios sentimentos e dos dela, deve isso mesmo dizer, respeitosamente, à senhora sua mãe, e entender-se, a respeito, com a namorada.

Como o casamento é o passo mais sério e mais importante na vida dos seres humanos, é necessário verificarem se estão realmente preparados para a constituição do lar e as graves responsabilidades da família. Não se faça do casamento uma aventura. Por assim proceder a maioria, é que vemos, com tristeza e apreensão, tantos lares desfeitos e tantos homens e mulheres infelizes. Uma vez que se casem, é para viverem um para o outro, cimentando cada vez mais os laços de amizade e do respeito mútuo, e não admitindo a idéia, ainda que fugaz, de aventuras fora do matrimônio.

Levem para o lar as obras editadas pelo Centro Redentor, firme-se, com a jovem, nos ensinamentos do Racionalismo Cristão, ponham-nos ambos em prática, e lembre-se: a felicidade verdadeira só existirá se a souberem construir. A família só se concebe se solidamente unida.

Faça a Limpeza Psíquica diariamente. Se estiver só, faça-a mentalmente.

De "Minha namorada" para a página "Família"

De "Minha namorada" para a página "Perguntas-Respostas"

Copyright©2005 racionalismo-cristao.org.br. All Rights Reserved