Leitura do mês de
abril de 2014



O espiritualista sabe o que quer

A vida na Terra é um campo aberto para estudos aprofundados. São estudos que não têm fim, porque o espírito encarnado, com sua capacidade de raciocinar, que é infinita, desenvolve aptidões, com ponderação, moderação, justiça e valor. Através desses estudos, pre­para-se para se projetar na imensidão do Astral Superior, não precisando encarnar mais, pois nos campos elevados da espiritualidade tudo é luz, tudo é perfeição.

No vai e vem secular das reencarnações, o espírito terá sempre um terreno vasto de aprendizagem. Aos poucos, destacando-se sem vaidades, o ser em evolução no planeta ganha projeção entre outros indivíduos, que irão admirar sua luta. Seus exemplos, e os daqueles que muito fizeram pelo Racionalismo Cristão, são motivo forte para o estudo da Doutrina.

O conhecimento da vida fora da matéria dá ao ser humano a certeza de que terá sempre pela frente muito para investigar. Antes de se dizer espiritualista, tem que pensar duas ou mais vezes, para concluir se realmente é ou não seguidor dos princípios doutrinários, porque o espiritualista não quer saber da vida alheia, nem se preocupa tampouco se querem saber da sua, pois cada um deve tratar da própria existência, tem obrigação de zelar por ela. A pessoa que realmente se aprofunda no estudo da espiritualidade com vontade de vencer suas limitações não admite mentiras, traições e demais procedimentos que mancham o corpo fluídico do espírito.

Assim sendo, os dias passam e as pessoas vão refletindo melhor. Através do desenvolvimento da espiritualidade, aos poucos tomam noção do que ignoravam, porque o raciocínio está alerta, a inteligência se volta para a ciência, a cultura, abrange, enfim, outras áreas de interesse.

Se o espírito vem à Ter­ra, se encarna, com os conhecimentos da vida fora da matéria, todos têm por obrigação melhorar aos poucos os atributos que formam a bagagem espiritual, porque o progresso não se faz de uma vez. Se os seres humanos não são iguais, como sabemos, o que então devem fazer? Erguem-se espiritualmente, para melhor compreenderem e cumprirem seus deveres, respeitando-se mutuamente, para terem valor. E assim, unidos, muito farão pelo próprio progresso no planeta.

As obras literárias publicadas pelo Racionalismo Cristão nada impõem, mas aconselham, proporcionando aos leitores os ensinamentos de que precisam para realmente viverem melhor. São livros que estão ao alcance da compreensão de todos. Entre outros, o livro intitulado A vida fora da matéria é texto para estudo por parte dos que desejam desenvolver a espiritualidade mais rapidamente. Viver com honradez, conforme orientamos, implica não falar de quem quer que seja, não pensar nem agir mal, não se perturbar por qualquer coisa, às vezes até por nada. O ser humano honrado e ponderado analisa os fatos com firmeza inabalável, cala quando deve calar e exprime suas ideias quando há ocasião para isso.

O espiritualista sabe o que quer. É desapegado das coisas materiais, do que é vulgar, sem valor, que já poderiam pertencer a um passado remoto, mas, como se costuma dizer, é preciso dar tempo ao tempo.

Novas reencarnações virão, a fim de que os indivíduos despertem para a espiritualidade, caminhando sem discussões, sem aborrecimentos, sem acusações recíprocas, sem ouvir os disse-que-disse tão próprios das pessoas que têm a mente ocupada somente com assuntos irrelevantes.

Façam um exame de consciência e poderão sentir essas palavras como certas e seguras, para o próprio bem-estar.

Antonio Cottas
Consolidador do Racionalismo Cristão

Pare um momento e reflita

Sempre orientamos os assistentes das reuniões públicas das casas racionalistas cristãs para que reservem um momento diário em suas vidas e se interiorizem. E por que isso é importante? Porque, no instante em que as pessoas se autoanalisam, passam a perceber detalhes da personalidade que ainda não tinham notado. Muitas se julgam injustiçadas, sentem-se perse­guidas, alimentam ideias fixas, clamam por piedade, porque acham que não têm sorte na vida. Sorte é vocábulo que não se usa no Racionalismo Cristão, pois acreditamos, sim, em oportunidades. As que estão sempre atentas às suas ideias, aos seus hábitos, até mesmo às suas manias, perceberão, com a investigação sistemática de si mesmas, que precisam mudar de comportamento.

Muitos indivíduos carregam pedrinhas e até mesmo - por que não dizer - pedregulhos morais em suas vidas, que só atrapalham o caminhar evolutivo. Entretanto, este mundo oferece muitas oportuni­dades para o crescimento espiritual das pessoas.

Às vezes, coisas que acontecem aparentemente sem razão devem ser motivo para raciocinar, entender o porquê dos acontecimentos. Por que não conseguem manter seus empregos? Por que não conseguem manter relações de afeto por muito tempo? Ao se colocarem na posição de autoanálise, encontrarão respostas para tudo. Deixarão de fazer do sofrimento um drama, porque o sofrimento obriga a refletir e concluir que algo não vai bem, que alguma coisa não está sendo observada.

Muitas vezes, ao criticarem a vida dos mais próximos, agem da mesma maneira; não per­cebem isso, porque é mui­to mais fácil apontar os erros dos semelhantes. Por esse motivo, orientamos no sentido de que façam autorreflexão em suas vidas. Não queiram que outros notem suas condutas defeituosas, o modo errado de enxergarem a vida.

Estimulamos, assim, as pessoas a melhorar suas vidas, afastando as pedras que dificultam a caminhada evolutiva, como angústia, medo, tristeza, depressão ou excessiva preocupação com o futuro. Vivam bem cada dia. Levantem pela manhã bem humorados, com o firme propósito de tornar alegres todos os momentos do dia. Quem se apresenta com simpatia quebra automaticamente o mau humor ao redor de si.

Experimentem colocar em prática as orientações recebidas, porque nas casas racionalistas cristãs só queremos que todos que a elas chegam zelem pelo aprimoramento espiritual, cresçam em evolução com a consciência amadurecida, tornando-se pessoas mais valorosas e justas, comprometidas com o bem-estar próprio e do semelhante.

Humberto Rodrigues
Presidente Astral do Racionalismo Cristão

De "leitura do mês" para a página desta seção

Copyright©2005 racionalismo-cristao.org.br. All Rights Reserved