Divórcio e vida espiritual

ive problemas no meu casamento e precisei  me separar. O que isso interfere na vida espiritual? Algumas pessoas me dizem que o casamento deve ser indissolúvel e que marido e mulher são espíritos que têm vínculos de encarnações passadas e que se encontraram para resgate de faltas. E, por isso, o cônjuge que for o responsável pela separação deverá pagar caro por isso. Será verdadeira essa afirmação?

Todos estamos na Terra para cumprir deveres, materiais e espirituais. Entre esses deveres está o de respeitar as leis da sociedade que escolhemos para encarnar. O casamento deveria ser um ato para durar toda a vida material. Se, entretanto, entre o casal surgem problemas insolúveis, em virtude de a amizade ter-se desvanecido, então as próprias leis prevêem a separação. Naturalmente, o responsável pela separação deixou de cumprir algum dos seus deveres. O preço que é o prejuízo decorrente que se reflete na evolução espiritual.

De "Divórcio e vida espiritual" para a página desta seção

Copyright©2005 racionalismo-cristao.org.br. All Rights Reserved